sábado, 2 de janeiro de 2021

Trilhas de Novelas da Minha Infância 2

Antes de mais nada, vim dizer Feliz Natal (atrasado!) e Feliz Ano Novo! Como passaram os últimos meses e dias de 2020? Cuidaram da própria saúde e não ficaram se esbaldando sem ligar pro Covid
Só perguntei por educação!
Mesmo com as indecisões entre a falta de vontade e prosseguir escrevendo, voltei. E mesmo com uma porrada de postagens atrasadas falando de eventos ou similares tanto antes quanto durante a pandemia, além de vídeos pro meu canal (ANDFSTUDIO), também reapareci pra começar mais um ano falando sobre... coisa velha! Mas é sobre música boa de verdade pra minha memória afetiva e pra muita gente que não curte sofrência ou bagaceirices.

Então, é hora de recordar é agora! (não pensei em algo melhor pra dizer...)
E pensar que a atriz Bruna Lombardi também atuaria apresentadora, mas em programas de entrevistas

Já fui mais "noveleiro" quando jovem. Hoje já não sou mais. Tem certas novelas das quais me lembro de muito pouco ou de nada. E o exemplo (que passou no horário das 20h) acima é do 2º caso. 
Só lembro mais do letreiro e que o extinto TV Pirata já satirizou em forma de esquete como... Fogo no Rabo! Hahaha!!
Só pra deixar claro, nunca recebi jabá e jamais puxei o saco da Rede Globo, tá legal? Mas as trilhas eram muito bem selecionadas, não querendo bancar o xarope saudosista, mas... 
Um exemplar do vinil desta novela era um dos vários discos emprestados (numa sacola cheia!) por um tio no final dos anos 1980... e como eu gostava de ouvir! E um exemplar deste foi meu presente de aniversário quando fiz 9 anos. Ficou na casa do meu pai, em Viamão.
A trilha é bem variada, com canções algumas razoáveis (como a da boy band New Edition) e outras bem marcantes, como a do Michael McDonald (ex-Doobie Brothers) e a do Genesis (já com Phil Collins nos vocais). Já vi os clipes de algumas, como a do Peter Gabriel (ex-Genesis) e a do F.R. (leia Éff Ar) David. Até passei a gostar daquela do James Warren (ex-Korgis) e já conhecia a do Di Capri através da versão original do Roberto Carlos. Também adoro aquela faixa calma (que foi editada/encolhida) do Dire Straits e a "guitarreira finaleira" do Heart.
Meu lado pesquisador retornou com força total!

Faixas do Lado A: 1.Sweet Freedom- Michael McDonald/ 2.With You All the Way- New Edition/ 3.Invisible Touch- Genesis/ 4.Colors of My Blue- Reno Scott/ 5.New York, Rio, Tokyo- Trio Rio/ 6.You Can't Get Out of My Heart- Mike Francis/ 7.Sledgehammer- Peter Gabriel

Faixas do Lado B: 1.Holding Back the Years- Simply Red/ 2.The Finest- The S.O.S. Band/ 3.Ancora Con Te (Outra Vez)- Peppino Di Capri/ 4.Sahara Night- F.R. David/ 5.Why Worry- Dire Straits/ 6.It Won't Be the Same Old Place- James Warren/ 7.If Looks Could Kill- Heart

Gravadora(s): Som Livre (1986)

Só prestaria mais atenção (se é que me entendem... hehe!!) na Malu Mader mais tarde quando ela fez O Mapa da Mina (1993).

Esta novela é outra que nem lembro de nada, a não ser pela abertura em câmera acelerada mostrando estradas (ou viadutos?) ao som de Flores em Você, do Ira!. Também não me lembrava que substituiu Roda de Fogo e só descobri numa rápida pesquisa. Lembro vagamente do anúncio deste disco e uma vizinha tinha um exemplar dele, de onde pedi pra escolher e gravar umas faixas numa fita. Músicas bacanas tanto de um lado quanto de outro. Várias bandas, artistas famosos(as) e outros(as) nem tanto. Já assisti aos clipes de algumas músicas, anos depois.

Faixas do Lado A: 1.Coming Around Again- Carly Simon/ 2.Don't Dream It's Over- Crowded House/ 3.The Miracle of Love- Eurythmics/ 4.At Back of My Heart- MCR/ 5.You're the Voice- John Farnham/ 6.Worlds Get In the Way- Gloria Estefan and Miami Sound Machine/ 7.This Love- Bad Company

Faixas do Lado B: 1.Don't Get Me Wrong- The Pretenders/ 2.Two People- Tina Turner/ 3.Never Gonna Leave You- Subject/ 4.Stay the Night- Benjamin Orr/ 5.Foolish Price- Sasha/ 7.I'll Be Over You- Toto/ 8.Thousand Miles From Home- Jim Porto 

Gravadora(s): Som Livre (1986)

Ah, esta novela já me lembro um pouco mais! Isabela Garcia, a nenê Eleninha, Tony Ramos atrapalhado usando óculos...

Na verdade, só tive contato com esta trilha já adolescente, na casa da mesma vizinha costureira onde tinha vários discos bacanas (o exemplar de O Outro era um deles) e até um do Kraftwerk, aquele com a famigerada música usada numa propaganda de tênis da qual já falei lá no especial do Tecno-Mês do Rota Sonora. Mas acabei redescobrindo e escutando o disco na íntegra somente há alguns anos, em canais no YouTube. Se bem que eu já tinha ouvido algumas músicas no rádio antes do meu contato com o disco. Olha só que seleção incrível! Conseguiram um equilíbrio entre hits e músicas um tanto esquecidas de intérpretes famosos(as).

A do Elton John eu escutei na extinta Nacional Móveis (em 1989) que ficava em Porto Alegre, onde meu pai trabalhava como montador e de lá fomos visitar minha tia/madrinha. Foi um dia chuvoso. A aparentemente tristonha (mas bacana) do Housemartins é o tal "Melô do Papel" e já foi usado num anúncio de rádio. A 5ª faixa foi utilizada num humorístico do SBT que passava tarde da noite (Câmera Café ou algo parecido), mas lembrava do refrão "Zecaricatá Zecaricatá, ô-ê ô-ê". A do Eddy Benedict só conheci pela União FM e ele é um brasileiro(!) chamado Edinho Santa Cruz. A do Foreigner é boa demais, além das clássicas do Depeche Mode e do INXS. A última é reconhecível pelo refrão "Aham, Aham... Bah bah, bah bah".

Faixas do Lado A: 1.I Don't Want to Go On With You Like That- Elton John/ 2.Build- The Housemartins/ 3.1,2,3- Gloria Estefan and Miami Sound Machine/ 4.I Wonder Who She's Seeing Now- The Temptations/ 5.Le Bal Masqué- La Compagnie Créole / 6.So Long- Eddy Benedict/ 7.Downtown Life- Daryl Hall and John Oates

Faixas do Lado B: 1.I Don't Want to Live Without You- Foreigner/ 2.I'm No Rebel- View From the Hill/ 3.No Pain No Gain- Betty Wright/ 4.Strangelove- Depeche Mode/ 5.Qu'est-ce Que Tu Fais?- Formule II/ 6.Never Tears Us Apart- INXS/ 7.Electrica Salsa- Off

Gravadora(s): Som Livre (1988)


Esta aqui tinha o Luis Gustavo (muito antes do Vavá, de Sai de Baixo) como protagonista e sendo chamado de "Jerico" pelo vilanesco (já finado) José Wilker, o que tinha o bordão "Oba!". Sem falar numa polêmica surgida após utilizarem um mico-leão dourado na abertura.

Uma outra vizinha (da mesma rua, mas que morava na mesma quadra) tinha um exemplar, só que em fita K-7. Essa trilha também devo ter visto em propagandas nas TV. 
Algumas músicas já foram utilizadas em filmes (a do MC Hammer e a do Snap!). 
A do finado Gary Moore (junto com a do recém-mencionada do MC Hammer) também apareceu na coletânea Mega Hits 4 (1990)
Sinead O'Connor, que já fez muito sucesso (lembram de Nothing Compares 2U?) e se meteu em polêmicas, converteu-se ao islamismo, trocou de nome, mas também andou passando por problemas psicológicos e financeiros há alguns anos.
Paul Young e Erasure são clássicos. 
E temos aqui outra regravação de Walk On By, mas a que mais me lembrava sem saber do intérprete (tirando a versão de Dionne Warwick) foi a última faixa da coletânea Reggae Hits (1990).

Faixas do Lado A: 1.Sending All My Love- Linear/ 2.My My My- Johnny Gill/ 3.Move This- Technotronic/ 4.Still Got the Blues- Gary Moore/ 5.U Can't Touch This- MC Hammer/ 6.The Emperor's New Clothes- Sinead O'Connor/ 7.Sure of It!- Jam Session

Faixas do Lado B: 1.Oh Girl- Paul Young/ 2.The Power- Snap!/ 3.Star- Erasure/ 4.Fria Como El Viento- Luis Miguel/ 5.Walk On By- Sybil/ 6.My Bed is Big Enough- Talita Johnson/ 7.I'll Always Be With You- Martin Axel

Gravadora(s): Som Livre (1991)

Confiram ou revejam a "parte 1" aqui.
 
 Outra hora falarei sobre mais "discos" nostágicos. Até...

quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Artes de Outubro- 2ª Quinzena

Trago aqui a 2ª e última parte da minha galeria com artes do GVTober 2020 e algo mais.

Lembrando que já postei TODAS as artes deste desafio no álbum do meu Facebook (Anderson Andf) e do Instagram (@andersonandf), com legendas pra cada uma. 
















O próximo tem a ver com um vilão, proposto no Desafio Nosso Traço via WhatsApp. Fui procurar referências. Meu desafio o qual foi escolhido:
MacGaren, filho de Sathan Goss e inimigo do Jaspion

E só pra relembrar que a série do Tarzan Galático e mais 2 retornaram à TV brasileira e foram exibidas por meses, durante as manhãs de domingo da Band.

Confiram as etapas!




Esta ilustração, como no momento tava sem paciência pra colorizar no Photoshop...
...decidi fazer com nanquim, lápis de cor, grafite e marcadores. Após digitalizar, só mexi no contraste.
E pronto!

Verei se consigo postar mais artes e artigos (atrasados!) antes deste ano acabar. 
Até...

segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

Outras Artes, Antes e Durante a Pandemia

Esta postagem andava armazenada há meses! Vê se pode!!

Andei relaxando demais e quase abandonando este blog, mas voltei...
...e resolvi postar aqui, mesmo já tendo mostrado em outras redes, um pouco do que fiz no 1º semestre deste ano.
E já iniciando com as etapas de uma ilustração com 2 heróis clássicos da Hanna-Barbera, inspirada numa brincadeira/desafio de um grupo temático lá do Facebook.



Homem-Pássaro e Formiga Atômica! Que mesmo atuando pela justiça, são (obviamente) muito diferentes em matéria de estilos gráficos. E olha que ambos têm seus próprios "gritos de guerra" pra quando partem pra ação!! 

Pra não deixar o Dia do Desenhista deste ano passar em branco, resolvi desenhar o corgi Ein, mascote do anime Cowboy Bebop. Já assisti há um tempão online.

Eu gosto de corgis, mesmo nunca tendo um em casa.

E a pedido do grupo de arte Desenhando Juntos pra uma exposição digital, ilustrei uma personagem minha do Projeto GV (e que talvez é a favorita de uma certa integrante...) como representante.
Aguardem outras artes pra rever ou conferir!

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Lançamento Deste Fim de Mês

 

Como diz na capa, as colunas ausentes no nº anterior voltaram. Isto quer dizer que até a Problemas da Criação (do Rogério "Debiverso" De Souza) e a minha série Rota Sonora marcaram presença. Além da galeria de artes de um certo desafio virtual do qual andei participando desde 2016.

Façam seus pedidos e a exemplo da edição anterior, farei um sketch na contracapa.

Formato: A5, 24 páginas em preto e branco, por apenas R$3,50 (tirando despesas postais ou fretes)

Contatos: andfstudio@gmail.com/ Instagram: @andersonandf


É fim de mês! E fim de ano, também!!

 

sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Homenagens em Vídeo

Como sabem, muitos eventos que seriam realizados em 2020 foram cancelados ou adaptados ao formato de transmissão virtual. Mas um dos que não saíram fisicamente foi o 15º Mutação, que faria parte (como sempre esteve na programação) da Feira do Livro de Porto Alegre. Por conta disso, resolvi assim mesmo, produzir e postar os vídeos temáticos que seriam exibidos ao público. Um deles pode ser conferido a seguir:

Já o Réquiem 2020, que excepcionalmente dividi em 2 partes (ISSO MESMO!), tive que postar no meu canal (ANDFSTUDIO). Sabem por quê?! "Graças" a uma alteração nas configurações do Blogger! Antes, não tinha essa limitação fresca, entre outras inulidades!! Cada vez que os responsáveis de alguma rede social ou geradora de sites inventa uma inovação, lá vem junto a decepção. É... Em todo caso, os demais vídeos estão no YouTube, mas trago-os com fácil acesso por aqui. Só espero que não sejam apagados e se caso acontecer, me peçam nos comentários pra que eu os envio por e-mail. Afinal, não fiz estas homenagens visando lucro.

quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Artes de Outubro- 1ª Quinzena

Este ano tem sido uma barra! Tomando todas as precauções e sobrevivendo ao Coronavirus miserável. Aceitei participar de uns desafios do grupo Nosso Traço, lá no WhatsApp. Consiste em confirmar se topa, a lista de participantes e decidida pela resposável pelo grupo, desafiar e ser desafiado a desenhar qualquer personagem. Eu topei fazer o Super Mouse (Mighty Mouse), herói das antigas que teve somente 3 séries animadas e praticamente assisti a todas, mas acho que nem todos os episódios. Vejam as demais etapas, desde o esboço lá de cima!
Também vim trazer a 1ª parte da série de ilustrações que ficou popular como Inktober, mas que por diversos e conflitantes motivos provocados pelo autor do desafio virtual, fiz uma lista especialmente chamada de GVTober. A cada dia de outubro, fiz uma ilustração com meus personagens e já havia postado todas no meu Facebook e no Instagram. Confiram ou revejam!
Continua!